Chuvas na Amazônia

Nunca vi tanta água em um mês só. O rio transborda, o céu falta cair sobre nós. Chuva como essa só a floresta aguenta, porque se fosse no sudeste, com certeza virava desastre…

Infelizmente a turbulência não vem só do céu. Na terra, na minha terra, a verba indenizatória fez desastre e virou motivo de mais um achincalhe contra nós. Ainda se fosse só isso… mas não!

O novo Governador, considerado na última eleição o salvador da pátria, tem 35 contas bancárias com suspeita de improbidade. A edição da revista Época não desceu em Macapá esse mês. Aqui ninguém viu, leu ou comprou… e será que foi o mesmo evento misterioso que aconteceu com o deputado estadual que coordenava a CPI da Saúde, que decolou com seu jatinho e depois de 4 minutos, o avião deu pane caiu e explodiu?

Uma coincidência ou aviso sobrenatural da natureza, dando um basta a tanta sujeira? Não sei se realmente  aconteceu isso, mas no dia 20 de abril a chuva lavou com tanta força e violência essa terra, que tudo parou por 4 horas. Telefones, luz, internet (já é parado mesmo, tsc tsc). Será que foi Divino, sobrenatural ou coincidência? Já que o povo não reage, alguma coisa ou alguém resolveu reagir?

Que vergonha, até a chuva não aguenta mais….

 

Daiz Nunes
Coordenadora e DENTISTA DO BEM de Macapá/AP