Confissões de um dia no aeroporto

Meu vôo para Campo Grande atrasou 1 hora do previsto. Todos que vieram comigo de Portugal já foram embora. Já estou no meio da tarde e tomei banho ontem pela manhã, no Porto. Há mais de 24 horas estou sem escovar os dentes, mesmo período de tempo que o banho. Tem mais, paguei excesso de bagagem de 19 quilos e havia prometido para o meu filho que iria almoçar com ele e brincar a tarde inteira.

Por tudo isso, era pra eu estar louco de raiva. Por que não estou??? Minha conclusão é rápida e óbvia. Esta transformação tem nome e sobrenome: Turma do Bem. Ainda continuo anestesiado com tantas emoções vividas nestes últimos dias, surpresas, confirmações e acima de tudo respostas que fui buscar nesta viagem a Portugal com este monte de loucos.

Quando a gente trabalha com uma equipe pequena, na minha cidade somos só 2 coordenadores, desconfiamos se é mesmo possível trabalhar tranquilamente com 20, 30 pessoas diferentes.

Descobri nesta viagem que somos realmente todos diferentes. Diferentes na cor, no credo, na situação social, na preferência sexual e em muitas outras coisas. Mas somos exatamente iguais em um ideal. E por causa deste ideal nossas diferenças foram ficando cada vez menores, com o passar dos dias de convívio.

Nós, brasileiros, aprendemos com os portugueses e com uma colombiana linda, que os problemas bucais dos nossos jovens são iguais em qualquer cidade, nação ou continente.

Dar as mãos por uma causa justa é acreditar que juntos podemos tudo.

Fiz uma “reunião de alinhamento”, ouvi muito isso nestes dias, aqui sozinho neste aeroporto. Tenho pensado muito em planejamento, metas, estratégias. Mas não quero pensar mais sozinho ou em dois. Quero pensar e dividir em 20, 30. Não quero mais largar este povo todo.

Estou mudando… acho que o vôo vai atrasar mais um pouco do que foi anunciado e estou aqui, ainda calmo… tranqüilo… anestesiado por tudo que me transformou.

 

PS. Chegamos a São Paulo as 7:30 hs, meu vôo estava marcado para as 15h00 e atrasou 2h45, cheguei em casa às 19h00  e tudo estava bem como eu havia deixado.

 

Estevom Molica
Coordenador e DENTISTA DO BEM de Campo Grande/MS