Em Portugal

Bom, para quem não me conhece, eu me chamo Luciana Bason, sou coordenadora regional de Pindamonhangaba e a partir de agora também estarei aqui, escrevendo no site da TdB um pouquinho de minha vida. E isso não será possível sem falar na TdB, é claro! Hoje, por exemplo, vou falar sobre minha primeira viagem internacional.

Foram 13 dias em Portugal. Lindos, inesquecíveis. Lugares incríveis, pessoas lindas de coração e alma, lindos castelos, lindos museus, lindos passeios, que ficarão em minha mente e em meu coração pra sempre. Mas essa não foi uma viagem apenas a passeio. Pelo contrário. Eu e os outros coordenadores cruzamos o Atlântico para conhecer um pouquinho da realidade da saúde bucal dos portugueses.

Fui com um pouco de receio, preocupada com a recepção que me esperava – afinal, culturalmente, por lá há certo preconceito contra brasileiros. Para minha surpresa, e meu alívio, fui muito, mas muito bem recebida pelos dentistas e por toda população portuguesa. Fiz amizades que levarei para vida toda.

Fui convidada a dar entrevistas ao vivo em dois programas da rede de TV portuguesa RTP (como se fosse o SBT no Brasil): “Portugal no Coração” e “Portugal sem Fronteiras”. Sucesso total! Principalmente quando os apresentadores tinham que falar PINDAMONHANGABA.. eles se enrolavam e todos riam muito!

Também dei entrevista à Globo Portuguesa em um teatro no qual aconteceu o carnaval português com músicas populares brasileiras. Foi muito bacana, um momento em que me senti no Brasil e matei um pouquinho da saudade que estava sentindo daqui.

Tudo muito lindo, fomos triar adolescentes carentes para selecionar os que iriam ganhar o tratamento gratuito nos consultórios dos Dentistas do Bem portugueses.  E aí, tudo o que era lindo, um sonho, desabou.

Bocas totalmente cariadas, crianças com dor, que não sorriam, crianças que eram motivos de piadas na escola por terem dentes tortos e estragados. Ali, nem lembrava que estava em outro país. Os problemas eram exatamente iguais aos do Brasil… lá e cá, apesar de termos culturas diferentes e milhares de quilômetros de oceano nos separando, os problemas são sempre os mesmos.

Só tive a certeza que DENTISTAS DO BEM são necessários e indispensáveis no mundo todo!

 

Luciana Bason
Coordenadora e DENTISTA DO BEM de Pindamonhangaba/SP