Emoções

O que dizer, sobre o que falar. É muito difícil pensar em alguma coisa para escrever, quando em minha cabeça, só
vem ainda as imagens da nossa viagem. Vivenciamos tantas emoções, que com certeza levará algum tempo para tudo se tornar apenas lembranças.

Compromissos oficiais, lindos passeios, jantares deliciosos, muitas risadas com amigos que durante onze dias foram nossa família, e para encerrar, a grande emoção do encontro com o Papa Francisco.

Quando achávamos que não teríamos mais emoções, eis que surgem as mensagens de nossas famílias, e recebo estas palavras: “A maior recompensa pela dedicação a esta causa não é, nem mesmo o espontâneo agradecimento de uma criança atendida, mas a satisfação interior pela realização de nossos próprios objetivos.”

Com certeza como voluntários, a recompensa que recebemos é muito maior do que o pouco que doamos. A alegria que sentimos é tamanha, que contagia e preenche nosso coração.

Angela Maria Bortolucci
Coordenadora de Jaú/SP