Minha história na TdB

Quando fui convidada para falar como colunista da Turma do Bem, confesso que não fiquei muito à vontade, pois não gosto muito de escrever, mas como o Jhonatas insistiu muito e sugeriu que eu contasse a minha experiência em trabalhar na ONG, resolvi encarar mais este desafio.

Comecei a fazer parte da OSCIP em 2008 como Dentista do Bem e fui me apaixonando pelo trabalho. Em 2009, tornei-me Coordenadora do Projeto. Em 2010, Embaixadora, e assim estou até hoje.

Quando comecei meu trabalho, nunca pensei em ir tão longe, alcançar reconhecimento e nem conseguir cumprir tantas metas sugeridas pela Turma do Bem.

Sou uma pessoa muito tímida, quietinha e quando me vi estava:

– Fazendo uma Festa para 40 convidados e conseguir vender 40 camisetas revertendo fundos para TdB, no evento, “Eu visto a Camiseta do Bem”;

– Ministrando curso de ASB para uma adolescente beneficiada pelo Projeto;

– Arrecadando mil reais para a Ação da Benfeitoria, que foi um pouco difícil;

– Aprovando na Câmara Municipal a Lei do Kit de Higiene Bucal. Foi muito difícil, a sessão estava lotada, mas consegui!!!

– A mais difícil de todas as Metas até agora, mas consegui cumprir rapidinho! Que foi falar com todos os candidatos à Prefeitura do Município, e convencê-los assinar o Termo de Compromisso com a Turma do Bem (Nunca tinha me imaginado, fazendo isto!);

– Consegui também mais amigos que esperava para a Campanha Amigos do Bem.

Enfim, foram alguns exemplos de como minha vida mudou muito desde que entrei para OSCIP Turma do Bem. Faço hoje, coisas que jamais me imaginei fazendo. Quando o assunto é colocar jovens na cadeira do Dentista, vou à Luta!

Este trabalho, para mim, é muito gratificante, e quem diz que trabalhar como Voluntário não muda nada é um equivoco. Tudo muda! E para melhor, pois quando você faz o bem ele retorna para você em dobro!

Sou muito grata em fazer parte desta “Turma de Loucos”, como diz o Fábio e o que eu puder fazer, farei!

Maria Cristina Souza
Coordenadora de Ubatuba/SP