O prazer da autodescoberta

Saber dosar as coisas importantes da vida é fundamental na busca do equilíbrio que traz a tão almejada paz interior e a autorrealização. Não poderia ser diferente ao assumir uma coordenação de um trabalho voluntário apaixonante como é o Projeto Dentista do Bem.

Há quem julgue ser uma loucura assumir um voluntariado em uma fase da vida em que se está em plena atividade, batalhando pela sobrevivência; em uma época em que se tem filhos pequenos. O ideal seria esperar a aposentadoria? Esperar sobrar tempo para se dedicar ao próximo?

Quase dois anos depois de ter ingressado na TdB, fazendo um balanço geral, vejo que nunca precisei abrir mão da minha vida pessoal, e tampouco da profissional. Sempre com muita dedicação, consegui desempenhar meu papel, transformando sorrisos e fazendo a diferença na vida de algumas pessoas, inclusive na minha.

Claro que nisso tudo existe um grande segredo. Segui o conselho de Confúcio, que sabiamente dizia: “Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida.”

 

Jakeline Dantas
Coordenadora e DENTISTA DO BEM de Pelotas/RS