Minha experiência no projeto Estudante do Bem

O garoto que apresento a vocês é o Giovanni Silva de 11 anos. Ele é o morador de uma região muito pobre de São Bernardo do Campo. Cheguei a ele por meio da indicação de uma amiga.

Além de ele apresentar problemas bucais e dores desde os quatro anos de idade, sua história de vida é muito triste. Seu pai era alcoólatra e ele presenciava as discussões e até agressões contra sua mãe. Ela por sua vez teve problemas com paralisia infantil, o que causa dificuldades motoras, fazendo com que a mesma não consiga trabalhar. Hoje, o Giovanni vive somente com sua mãe, pois seu pai os abandonou.

Tive uma imensa dificuldade em fazê-lo abrir a boca para as fotografias. Alem disso, o pequeno garoto não consegue conversar olhando no rosto das pessoas. Ele fala de cabeça baixa e muitas vezes desvia o olhar.

Vejo nesse personagem real a história de muitos adolescentes do nosso país. Giovanni se tornou um adolescente tímido, retraído e envergonhado. Isso é resultado de tudo que relatei acima e, principalmente, por não conseguir sorrir. Ou seja, sem preparo para enfrentar o mundo e as pessoas.

Durante a conversa informal, comentei sobre a possibilidade de ele ganhar o tratamento odontológico completo, pelo projeto Dentista do Bem. Nesse momento seus olhos se encheram de lágrimas e pude perceber a importância disso na vida desse garoto.

Eduardo Fraga
Estudante do Bem de  São Bernardo do Campo/SP