10
abr
2010

Assistentes do Bem constroem autorretrato

No inicio de abril, o amigo da Turma Marcelo Darghan realizou uma atividade de autorretrato com os Assistentes do Bem em três etapas: estudo, projeto colorido e tela pintada ( respectivamente).
Na primeira, todos tiveram dificuldades de se ver em um papel, então foi pedido que desenhassem outras pessoas (sempre melhor analisar o outro do que a si mesmo ).

Os resultados foram ótimos e depois de 5 desenhos , desenharam a si mesmos. Entre muito barulho e gozações (típicos do desconforto) os primeiros resultados surgiram, principalmente daqueles que não sabiam de seu poder de desenhar.

No segundo encontro, observaram suas mãos e descobriram que havia muito mais do que dedos e unhas, a partir dai tinham de fazer um retrato olhando-se no espelho e colorindo, o silêncio imperou e surpreendentemente todos conseguiram chegar mais perto, fazendo mãos incríveis, os rostos ficaram mais próximos da realidade.

No terceiro encontro, não seria possível usar lápis, apenas pincéis e foi aí que houve a desconstrução de quem já dominava o lápis, muitos optaram por desenhar partes e não o rosto completo. O resultado???? In-crí-vel !!!
Nestes três encontros o tema proposto foi sempre o mesmo: Olhar para si.
Houve muito desconforto, mas houve muita alegria na expressão deles, principalmente por descobrirem que eram capazes de fazer algo que nunca tinham imaginado. Percebeu-se uma grande preocupação de mostrar aos outros quem eles eram e de parecerem bonitos nos desenhos. “Acredito que esse trabalho possa ser a ponta de muitas descobertas, tanto para os 26 assistentes, quanto para as pessoas que desenvolvem esses trabalhos com eles”, comenta o professor Marcelo Darghan.

Com certeza Marcelo! Parabéns pelo trabalho desenvolvido e aos resultados de nossos assistentes.





Comentários (0)


Deixe seu comentário